Ser Miss é ser assim...

" Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das ideias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes... tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem eu não sou.
Não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre."

Clarice Lispector

29.7.13

Sobre o inverno...

 
 
"O inverno é como a velhice. Tem sua beleza igualmente, exige lã, bolsa de água quente, termômetro e uma janela bem vedada. O que não queremos que entre? Maus presságios. O inverno é frio como despedida de um grande amor, mas sabemos que tudo voltará a ser ameno. Queremos que passe, temos medo que termine. Ficar sozinho volta a ser aterrorizante. O inverno é branco, é cinza, é prata. É grisalho.
E, de repente, também passa.
Eu queria que tudo fosse verdade, que a vida fosse assim dividida em quatro estágios que mais parecem estações do ano, mas que não acabasse, que depois do inverno viesse outra primavera, e outro verão, e outro outono, que nunca são iguais, mas sempre se repetem, sempre voltam, são tão certos quanto o sol e a lua, todo dia, toda noite. Eu queria."

(Martha Medeiros)

28.7.13

No que a Miss tá pensando?


25.7.13

Diário da Miss Mamãe - Apresento: o 1º antibiótico



Puxa, é com grande tristezinha que venho hoje escrever mais um capítulo da nossa história!
Carolina está com a garganta inflamada e...precisamos entrar com antibiótico. Nosso passeio de férias resultou nisso!
Na última semana fomo para a praia, dias lindos, ensolarados e maior preocupação com a pequena, protetor, chapéu e blusinha... nada de água, só muita brincadeira pela areia.
Foi a primeira vez, com um ano de quatro meses, que notei que Carolina realmente percebeu o que é a praia. Ficou encantada com o mar, caminhava e parava para olhar toda aquela água e suspirava!
Foram quatro dias bem legais!
Fomos até Ubatuba, conhecer o aquário, vimos os "peixessss", "pingins" e tudo mais, foi muito bom para descansar em família!
Porém, dois dias depois de voltarmos, uma febrinha começou a rondar. Ela veio bem leve, um dia, sumiu e, ontem, voltou!
Nosso pediatra está viajando e nos dirigimos até o hospital que comprovou a inflamação. 
Embora ainda leve, foi preciso cuidar com um remédio!
Minha infância foi regada a antibióticos, tive muitas dores de garganta e sempre no retorno das viagens, creio que essa mudança de temperatura que mexe com minha alergia, criará alguns obstáculos tb na vidinha da pequena.
Mesmo medicada, ontem tivemos um dia tranquilo, hoje é que está pior. Acho que a sonolência e algumas dores de barriga, por causa do medicamento estão deixando a pequena mais tristonha, imagine a gente!
Bem que dizem que quando alguma coisa não está boa, muitas podem vir para complicar. Na verdade, vejo dessa forma, como estamos preocupados e um pouco chateados com alguma coisa, tudo o que acontece olhamos da mesma forma, meio que negativo demais!
Na última semana tive TPM, uma tensão extra com a família, marido e tudo mais...essa, a Carol assim, toda quietinha...posso garantir que preferi tomar injeções a vê-la desse jeitinho...muda o sono, o apetite, só quer colo, "petis" ( chupeta) e dengo!
Parece que nossa última semana de folga será assim, meio de molho, curtindo a casa e o carinho de quem amamos...bom, vamos ver o lado bom, tem coisa melhor!?
Espero que a barriguinha melhore, a garganta também e logo, muito logo mesmo possamos bagunçar normalmente!

24.7.13

Lista de desejos para a nova casa

A obra voltou... vamos ver se agora terminamos nossa casa!
Como é difícil...mas vale a pena!
Com a busca pelos acabamentos, acabamos vendo alguns item que nos chamam a atenção e, nossa lista de desejos volta a crescer!





Fotos na decoração...
Estou estudando um painel, talvez na parede próxima a escada ou na área externa, como registros de nosso momentos felizes!







Quero um escritório multiuso!
Espaço para organizar todos meus livros e DVD's...
Local para minhas artes, para as papeladas do trabalho e tudo que vive guardado em caixas...muita acessibilidade!
Temos um ótimo espaço e já comecei o desenho do projeto...uau estou me arriscando!








Luz, muita luz...
Essa parte já está garantida! Temos janelas e mais janelas que garantirão uma luminosidade incrível!
Adoro casas abertas, cheias e arejadas..
Esse item já está ..OK!



Uma lousa charmosa para recados e menus...
É meu sonho..toda rústica e colocada em um canto especial!
Bora correr atrás dessa lista!



22.7.13

Inspiração para festa: Muito doce








21.7.13

Coisinhas simples como ser feliz

"Em situações desagradáveis, chego sempre a dar uma de Pollyanna - "E como diz Pollyanna: "Muitas vezes me acontece de brincar o jogo do contente sem pensar, a gente fica tão acostumada que brinca sem saber. Em tudo há sempre alguma coisa capaz de deixar a gente alegre; a questão é descobri-la." 
Mesmo tentando ver sempre o lado bom das coisas, acredito que o otimismo deve fazer parte de todos os momentos da nossa vida! Identifiquei-me com o trecho abaixo.
”Sou uma otimista de carteirinha. Pode colocar aí no meu CPF: Caminho Para Felicidade. Eu sei que alguns vão torcer o nariz, outros não vão acreditar, mas eu ando em busca daquilo que acrescento. As deficiências de todo o dia já são suficientes, não preciso dar minha dose de colaboração. Se for pra contribuir, que seja então para tirar o peso dos passos e dar leveza ao olhar. A inquietação faz parte, mas é a confiança que impulsiona.”
By Coisinhas Simples




Lendo esse trecho tão propício, me peguei, ora, pensando, claro!
A felicidade é coisa simples, desde que se atente ao que a vida nos oferece a cada dia. Quem tem o coração aberto para ser feliz será com chuva ou sol, na segunda ou na sexta, só ou acompanhado... a felicidade nasce mesmo aqui dentro e precisamos deixar que transborde e inunde o que está ao nosso redor!
Tudo é contagioso...se uma pessoa espirra ao seu lado toda sua insatisfação, sua maldade ou inveja, pode ter certeza que alguns micróbios acabam lhe afetando. Contudo, se seu organismos está fortalecido  essa "gripe" não se manifestará, talvez ocorra um espirro aqui, outro ali, mas será insignificante, vc continuará saudável e o melhor a fazer é desejar "saúde" e deixar que a cura ocorra...com o tempo!
A felicidade contagia quem está disposto a entrar para o mesmo caminho, dificilmente você conseguirá alterar a rota de uma pessoa, se ela acordou disposta a ter um dia ruim, a olhar o lado negativo das coisas, não adianta mostrar as flores que existem do outro lado, ela continuará caminhando pelas pedras!
Ainda me comovo com pessoas "gripadas"... fico querendo dar receitinhas de chá, remedinhos para que sarem logo...contudo a cura está dentro de cada um! 
Minha felicidade as vezes é abalada, por vírus que eu mesma desenvolvo dentro da cabeça que funciona sem parar e as vezes erra a engrenagem, contudo, também sou capaz de instituir minha cura...a "gripe" me pega, mas após uma boa noite de sono ou palavras trocadas com felicidades alheias, já estou boazinha novamente!
Ser feliz é simples e, nesse domingo, não acordei para ser de outra forma, e vc?

20.7.13

Amigos






Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado 
Tantas retaliações, tanto perigo 
Eis que ressurge noutro o velho amigo 
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado 
Com olhos que contêm o olhar antigo 
Sempre comigo um pouco atribulado 
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano 
Sabendo se mover e comover 
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...

Vinícius de Moraes

Quisera eu ter o dom de expressar através de poucas palavras a gratidão que tenho pelas pessoas que demostram carinho por mim!
Sou eternamente grata àquele que me oferece um olhar sincero, os ouvidos abertos, sem julgar, as palavras doces ou duras, mas sempre verdadeiras.
Ganha minha vida e tudo o que eu sou capaz de fazer a pessoa que doa seu tempo em função de ajudar, ou apenas de se lembrar e cumprimentar, são poucos os que compartilham fruto tão raro nos dias de hoje, seu tempo!
O tempo dedicado com valor é a flor mais preciosa, que dá uma vez na vida e que dura, para mim, a eternidade, indiferente dos tropeços no meio do percurso, afinal amigo, por ser humano, tem que ser imperfeito!
Ganha minha atenção, cumplicidade, segredo aquele que estende a  mão, mas sem que eu peça, esse é o encanto da amizade ela não usa palavras, ela ouve o silêncio, o que o coração clama  baixinho...
Quisera eu poder ser perdoado todas as vezes que também não soube agir como meus amigos esperavam, afinal a imperfeição me persegue, mas o perdão é superior...
Ganha meu coração quem compreende meus erros, os aceita e sabe falar deles e dos seus numa tarde de sábado, tomando um café e rindo sobre as lágrimas que um dia vieram a rolar!
Um amigo conquistado é como um segredo guardado a sete chaves! Passa o tempo, mas vc sempre dele se lembrará, sentirá o cheiro das risadas e a luz que criaram ao escreverem as histórias juntos...
Amigos que estão nesse mundo, busquem no outro aquilo que tem de melhor, olhem seus corações, compartilhem suas ideias, brindem as vitórias e pensem em outras estradas caso a primeira escolhida mostre-se sem saída!
Que o dia do amigo, tanto mencionado por  todos os cantos se faça presente em cada cantinho de nossa alma e seja capaz de unir ainda  ais as pessoas!

19.7.13

Como se acostumar com a ausência?







Algumas passagens dos últimos dias me trouxeram na memória uma insegurança de minha adolescência... o medo de perder quem amo.
Passava muitas noites com aquele aperto no peito, uma dificuldade de passar para o sono e pensamentos obscuros sobre uma vida sem meus amores...pai e mãe, na época.
Com o passar do ano, os amores aumentaram...marido e filha, mas o medo, foi sumindo, raramente esse pensamento volta a me atormentar. Acho que comecei a aproveitar melhor meus dias, principalmente dando tudo que posso para todos esses amores. Viver em dia com o amor nos torna menos culpados e mais realizados.
No ano passado, quando descobrimos o câncer do meu pai e depois de todo o processo cirúrgico, hospitalar e de recuperação, aquele medo voltou um pouco, mas diferente de tempos atrás. Era um medo de ver quem se ama sofrer e um acreditar em dias melhores que foi me deixando mais tranquila.
Não sei como aprendi a mudar esse meu medo, gostaria de ensinar a quem ainda sofre,  creio que cada um de nós temos nosso caminho e ao longo dele aprendemos oq precisamos.
Hoje, esse medo passou por meus pensamentos, novos exames, novas notícias e fiquei pensando, como lidar coma ausência de quem se ama?
Acho que o melhor a fazer é pensar no quanto do outro carrego dentro de mim...
Das pessoas que amo, levo a cada novo dia, a determinação de viver intensamente. Aprendi com eles a batalhar pelos sonhos, a correr em busca de um ideal e não ter medo do trabalho.
Aprendi a ouvir mais e ponderar, as pessoas desse mundo precisam de bons ouvidos e bons abraços, conquistamos amigos eternos assim. Também aprendi, não tão feliz, que nem sempre o mundo nos retribui da mesma forma. Vi o quanto as pessoas se doam e o tão pouco que recebem de volta, contudo, conclui que é assim que conquistamos nossa paz interior, dando aos outros aquilo que podemos e percebemos...receberemos um dia!
Por tudo que penso, a cada dia que lutei, a cada batalha que venci, posso ver dentro de mim sementes que foram plantadas... antes de qualquer decisão não posso deixar de pensar “Como será que agiriam? Que pensam disso?” e assim, um novo broto surge e os traz de volta, para perto de mim...
É difícil se acostumar com a ausência, principalmente de quem sempre se fez muito presente, com carinho, com palavras ou sem, mas com muito valor... deve ser difícil!
Quem sou eu para dar esse título a um texto...acho que nunca passei verdadeiramente por essa situação, contudo, minha imaturidade já me fez passar por milhões delas e sofri igualmente, tudo dentro da minha mente.
No dia de hoje, tenho certeza que muitas pessoas sofrem uma perda, sofrem por uma má notícia, por uma separação...por qualquer que seja o problema, nenhum pode ser medido, depende de cada história... porém fico compadecida com essa pessoas que se tornam mais vivas e mais desejosas de viver...mesmo após longas caminhadas.

No fim, a gente se acostuma a muita coisa...precisamos criar o hábito de nos acostumar a agradecer e estar ao lado de quem amamos, vivendo dia a dia e colhendo as mais lindas sementes que podemos, para que um dia, quando partirem, para semear em outros lindos campos, fiquem ainda, muita flores para perfumar nossas vidas...

16.7.13

Ragu de Costela

Uma massa só fica perfeita com um molho a sua altura.
Esse ragu de costela é de comer babando...um dos molhos mais saborosas que ja fiz e vale a pena conferir... a receita base foi tirado daqui: Figos e Funghis





1 kg de costela bovina com osso
4 tomates sem pele picados
1 cebola picada
2 cenoura picada
1 alho poró fatiado
2 calabresas fatiadas
1/2 xícara (chá) de vinho tinto
2 xícaras (chá) de água
1 colher (sopa) de azeite
pimenta e sal a gosto

Modo de Preparo da Carne:
No açougue pedi  para cortar a costela em pedaços e limpar o excesso de gordura.
Na panela de pressão, acomodei a costela sem nada, fechei e deixe em fogo alto até pegar pressão. Depois, abaixei o fogo e deixei por 40 minutos. Espere sair a pressão, tire a costela e desfie, de forma que fiquem pedaços generosos e reserve, jogue fora toda a gordura. Lave a panela e volte a usá-la.
Aqueça o azeite, doure o alho poró e a cebola, junte o tomate, a cenoura e as calabresas, mexa um pouco. Acrescente a costela, o sal e a pimenta e prove para verificar se estão no ponto. Não abuse muito do sal, a calabresa já é tem um pouco. Junte o vinho e a água e cozinhe na pressão por 50 minutos. Se água suficiente para cobrir os ingredientes.
Depois desse tempo, abrimos a panela , juntei mais 100ml de água e deixei cozinhar, sem tampar por uns 20 minutos, só para que a carne ficasse ainda mais molinha.
Despeje sobre a massa e delicie-se!


15.7.13

Sobre a leitura: Feliz por nada - M. Medeiros





Entre alguns livros que estavam na minha lista de leitura nas férias, comecei por um que nem na lista estava, mas brilhou na estante de meu escritório.
Ganhei da Karina, uma amiga querida e ficou ali, guardadinho entre outras coisas... confesso que passeio o olho em várias crônicas, mas não comecei do começo, até esta semana...
Martha Medeiros escreve com a alma. Gosto da forma como busca inspiração em coisas do cotidiano e se coloca de forma bem "interessante" sobre elas. Muitas vezes, seletiva, outras engraçada, mas sempre me pego penando sobre algumas palavras que leio dela.

Entre as crônicas, seleciono algumas passagens que me fizeram refletir...aliás, meu sonho, ainda guardao na gaveta e de escrever um livro infantil, por enquanto, me divirto e treino nesses relatos do blog, são importantes demais para mim, mesmo que nem tantas pessoas assim leiam! Faço por mim e para quem sabe, auxiliar alguém que passe por situações como a minha!
Gostei de pensar nessas crônicas...

Quando Deus aparece...
Deus me aparece nos livros...
Em parágrafos que não acredito que possam ter sido escritos por um ser mundano: foram escritos por um ser mais que humano.
... para mim, Deus aparece quando dirijo e me pego chorando, sinto sua presença ao meu lado, em meus lindos pensamentos, que, sem perceber, acabam agradecendo por tanto que recebo a cada dia...nesse TANTO, Deus está sempre aparecendo!

Do outro lado do balcão...
Lembrei que quando eu tinha a idade dela, eu adorava fingir que era uma secretária. Trancava a porta do quarto e passava a tarde na máquina de escrever, datilografando memorandos, fazendo listas, organizando fichas, enquanto fumava um lápis atrás do outro, neurótica com tanto trabalho.
[...]
Será que as crianças de hoje brincam de ser empresárias, industriais, presidentes, enfim, de ser patrões? Creio que poucas. Essa ambição se desenvolve mais tarde, quando começam a ser catequizadas pela importância de ganhar dinheiro, de ter poder, de se instalar no andar de cima da escala hierárquica. Antes de começar a se deixar influenciar pela ansiedade capitalista e pelo afã de fazer parte de uma elite, o que se quer mesmo é fazer parte da massa, é servir. Criança não é boba: sabe muito bem qual é o lado que se diverte mais.
... para mim, as brincadeiras eram dentro do guarda roupa, colocava etiquetas com preços em todas as roupas, também fazia fichas e fichas de clientes e somava e somava...depois veio a fase, dona de farmácia...a família inteira juntava caixas de remédios e cada sacolinha que chegava, era minha alegria! Também servi muito chá, benzia e adorava pentear os cabelos... que delícia ver as preferências da Carol, adoro um paninho, passa pelos móveis e até fica no chão esfregando...somos felizes por nada mesmo!!!

Carta ao Rafael...
[...]
Bem-vindo, Rafa. O mundo é legal, desde que a gente saiba lidar com suas contradições. Tem muita beleza e miséria, dias de sol e temporal, pessoas que dizem sim e que dizem não, e muitos gremistas e colorados infiltrados dentro da tua família. Mesmo assim, não pense que você vai ter opção. Não se deixe enganar pelas roupinhas azuis, essa não será sua cor preferida.
Desde que você saiu da barriga, está escutando votos de saúde e felicidade (mesmo que, por enquanto, tudo não passe de um barulho incompreensível e que você já esteja com saudade do silêncio uterino). Pois saiba que são votos clichês, mas os clichês são sábios: saúde e felicidade é tudo o que você precisa nessa vida. Só que tem que dar uma mãozinha.
Então, pratique esportes, se alimente bem e não fume: a saúde já estará 50% garantida, o resto é sorte. Quanto à felicidade, o jeito é tentar fazer boas escolhas. Como fazê-las? Ninguém sabe ao certo, mas ser íntegro e não se deixar levar por vaidades e preconceitos promove uma certa paz de espírito. Ser feliz não é muito difícil, basta não ficar obcecado com esse assunto e tratar de viver. Quem pensa demais, não vive.
[...]
Cada vez mais o dinheiro controla os desejos. É importante ganhá-lo, porque sem independência não somos donos de nós mesmos, mas para ganhá-lo você não precisa perder nada: nem escrúpulos, nem caráter, ou você estará se deixando comprar. Não se deixe controlar por ele. Pelo dinheiro, digo, porque pelos desejos você não só pode como deve se render. Mas não seja um heartbreaker profissional, a mulher da sua vida pode lhe escapar das mãos.
[...]
É assim mesmo, tudo misturado e barulhento. A saudade do silêncio uterino vai lhe surpreender muitas outras vezes. Busque esse silêncio dentro de você.
Então é isso, Rafa, seja corajoso e grato: nascer é um privilégio concedido a poucos, ainda que sejamos bilhões. Não desperdice a chance e esteja consciente de duas coisas: que sem alegria não vale a pena, e que Rafa é um apelido do qual você não escapa.

A Crônica acima foi uma das preferidas até o momento!
Estou na metade do livro, se tiver algo bacana para compartilhar, volto, mas, a leitura está bem prazerosa!



14.7.13

Drink Be Happy


Já que o que importa é ser feliz!
Bem vindo domingo...
Com: 1 caju, 4 morangos, 7 pedras e gelo, 50ml de Absolut Vanilla e 2 colheres de acúcar!

13.7.13

Tendência; Porcelain Print

Minhas Caras Miss,
As lojas já já estarão repletas dessa tendência em estamparia na próxima estação... Amei!






12.7.13

Aperitivo - frango com catupiry

O campeão do belisco!

2 peitos de frango sem osso
para empanar
2 ovos
sal
1 xícara de fubá
1 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de queijo ralado - usei o faixa azul de pacotinho
para temperar
suco de dois limões
4 dentes de alho amassados
páprica picante
orégano
lemon pepper

Cortar o frango em tiras médias e deixar as tirinhas na mistura dos temperos por, no mínimo, 30 minutos. 
Em um saquinho plástico, juntar todos os ingredientes para empanar, menos os ovos! E um prato quebrar os ovos e mexer, passe cuidadosamente, com a ajuda de um garfo, as tirinas, deixe escorrer o excesso e jogue no saquinho plástico. Mexa bem e reserve!
Frite em óleo quente.
Em um potinho coloque um pouco de catupiry e leve ao microondas por 30 segundos, junte os frangos e bom apetite!

11.7.13

Dica de Vinho Verde


O Vinho Verde é único no mundo. Um vinho naturalmente leve e fresco, produzido na Região Demarcada dos Vinhos Verdes, no noroeste de Portugal, uma região costeira geograficamente bem localizada para a produção de excelentes vinhos brancos.
Com baixo teor alcoólico, e portanto menos calórico, o Vinho Verde é um vinho frutado, fácil de beber, ótimo como aperitivo ou em harmonização com refeições leves e equilibradas: saladas, peixes, mariscos, carnes brancas, tapas, sushi, sashimi e outros pratos internacionais.

Minha casa está mais repleta desses vinhos ultimamente. O Santola, da foto é leve e um pouco adocicado, ficou perfeito para um jantar com amigas regado com queijos, abobrinha em conserva, patês e salada!

Preço ótimo: média R$25

10.7.13

Balada: Com que roupa?














As noites estão cada vez mais produzidas...
Pensando em um evento que está por vir, achei modelos que me atraem!
Fica a dica!

9.7.13

Sobre palavras ditas ao vento...






Lindas Miss,
Me pego sempre pensando em situações do cotidiano. Penso demais, confesso. Muitas vezes sofro pensando, mas não sei ser de outra forma, ainda acredito que o pensamento estrutura nossas ações. Pode ser sofrido, quando esses são negativos ou rodeados de nuvens cinzentas... confesso que tais pensamentos não me rondam mais com tanta frequência, meus dias andam mais ensolarados que há tempos atrás e, sobre isso é esse desabafo!
Quando os pensamentos são como ventos de tempestade, pode ter certeza que tão rápido não sairá deste dilúvio. É como se fosse um ciclone, você pensa no problema, e logo emenda outro e outro e outro e não tem mais fim! 
Sempre fui do tipo que vive uma tempestade particular, mesmo sendo muito transparente, não consigo rir se o coração está sofrendo,  mas não gosto de compartilhar tristezas,  detesto que tenham pena de mim ou fiquem me bajulando por causa de situações que, na maioria das vezes, fui eu que criei. Talvez por esse perfil, poucas vezes peço ajuda, prefiro me virar sozinha porque já passei por situações de precisar, receber e depois, tudo que se passou na intimidade é colocado nas rodas de conversa... engraçado como existem pessoas que necessitam se promover para  garantir o quanto são boas, generosas e importantes, parece que se não fosse por elas o mundo não existiria...
Palavras devem ser ditas com propósito. Sempre uso as minhas em função de ajudar, contudo nem sempre o que penso é certo ou recebido como deveria, mas, digo! Desde que a pessoa deseje ouvir! Não venha depois reclamar!
Porém, sofrer sozinha tem suas vantagens e desvantagens...mas ainda prefiro ser assim!
Não me comove e sim me irrita profundamente quem vive em tempestades coletivas diariamente. Mal acaba uma chuva, começa outra...nada brota assim, já vou logo dizendo...para algo florir e dar frutos, água em excesso é veneno...tudo precisa de luz e raios solares!
Tempestades coletivas afastam as pessoas. Ainda mais se os motivos são sempre os mesmos... sempre se reclama do trabalho, do marido, dos amigos, dos filhos, da falta de dinheiro, de tempo...talvez com menos reclamações sobraria mais tempo para ser feliz!
Não sinto compaixão, nem pena, nem nada de pessoas que vivem encharcadas em tanta água. Muitas vezes até tentei fazer uma dança de espanta chuva, as nuvens se espalham por algum tempo, mas logo voltam a cobrir o céu...quando me dou conta estou em meio a chuvarada e sem guarda-chuva...
É preciso viver rodeada de luz. Rodeada de amor e carinho e isso só é possível quando lançamos boas palavras ao vento. Elas são semeadoras!
Tanto as boas quanto as más, claro. Quem semeia má palavras, só terá ao seu redor, esses frutos amargos de solidão, incertezas, confusões mentais e...as infinitas reclamações!
Para o bom semeador, que escolhe as melhores sementes, viverá rodeado de carinho, gentilezas e perfume! 
Não digo que uma chuva, as vezes não seja boa. Ela é sim, fundamental, para clarear nossas ideias, nos fazer refletir sobre algumas ervas daninhas que acabamos trazendo para nosso jardim, contudo, se chover, dance na chuva! Arrume um guarda-chuva florido e tenha sempre a certeza de que a água cura, revigora e nos traz de presente um arco-íris, com um pote de ouro lá no final, porque se você é bom semeador, certamente merecerá muitas e muitas moedas de ouro....

8.7.13

No que a Miss tá pensando?


Penso que muitas vezes nosso olhos são atraídos por cenas tristes, corruptas, mentirosas, interesseiras e cheias de outras coisinhas amargas que acabam sendo semeadas por almas cheias de mau gosto.
É necessária uma atenção e disciplina interna para que guiemos nosso olhar na direção oposta a tanto mau gosto.
Tantas pessoas pequenas, com coração pesado que tentam nos atrair fazendo-se de vítimas ou senhores de suas vidas...nenhum extremo é positivo.
Deixe de se queixar das maldades do mundo e apenas plante gestos bons, solitários, honestos e verdadeiros. Quem sabe o nosso caminho cheio de coisas boas não deixa esse mundo mais agradável!?
Bom dia!

6.7.13

A farofa da cunhada é de matar!


Farofa é ótima para qualquer ocasião.
Sempre que nos reunimos na casa da minha sogra, aparece minha cunhada com essa farofa deliciosa... como até com pão!

3 linguiças portuguesas
2 xícaras de bacon picado em cubinhos
2 xícaras de milho verde
2 xícaras de azeitonas picadas
2 xícaras de cenoura ralada
2 xícaras de batata palha
1/2 pacote de farofa de pronta - uso Yoki
alho, cebola, azeite, sal e pimenta do reino

Comece fritando o bacon e a linguiça cortada em cubinhos também. Junte a cebola e o alho e deixe dourar!
Acrescente o milho, as azeitonas e a cenoura, mexa até tudo ficar bem douradinho. Tempere com um pouco de sal e pimenta e junte a farofa. Na hora de servir, acrescente a batata palha.

4.7.13

Diário da Miss Mamãe - Dissílabas

O mundo é cheio de dissílabas, e percebi que as amo!
Carolina descobriu todas elas, é uma delícia ficar ouvindo algumas palavrinhas e tentando decifrar...pato, gato, rato, vaca, igual, tudo, pronto, mamão, dente, meia, auau, miauuu, muuu...são sons, sons e mais sons que saem dessa boquinha linda todos os segundos!
É muita engraçado como ela fingi que fala, discursa e faz caretas como se contasse as mais belas histórias... e nós, fingimos junto, a beleza está em participar da brincadeira, ouvimos, fazemos cara de que tudo entendemos e ainda completamos "É mesmo!?"
Essa vida é mesmo encantadora. Ainda outro dia estava ouvindo minha mãe dizer que jamais poderia imaginar fase tão feliz em sua vida...ter uma neta!
O encanto está em notar que a Carolina alegra não só a nossa vida, mas encanta a todos. Fico olhando nossos amigos, como se interessam pelas mais bobas histórias, descobertas simples de cada dia que contamos com tanto "querer"! 
As vezes fico pensando que devo ser uma tola...conto os fatos diários com tanto amor e nem sei se isso faz sentido para os outros, mas a felicidade é tanta de ver o desenvolvimento o aprendizado de cada dia, cada avanço, é tudo milagroso que quando vejo, já conte outra historinha sore as descobertas da Carolina....
Esse diário é um bom exemplo do que falo...pode ser bobo, sem relação aos que leem  mas, é um registro de tudo que estamos vivendo e sentindo..um dia a Carolina poderá ler e mostrar aos amigos...kkkk vai mais é querer morrer de vergonha de algumas intimidades, mas assim ela já vai sabendo que essa Mamãe Miss aqui é coruja, babona e muitooooo feliz por tê-la em sua vida!

E para terminar, por falar em dissílabas!
AMO


3.7.13

Quarto infantil: Árvores me encantam!











2.7.13

Dica de Filme: A Invenção de Hugo Cabret


As imagens, são encantadoras!
Contudo a simplicidade e visão de Hugo, um menino órfão que sofre de saudade de seu pai, rouba qualquer cena mostrada com tanta delicadeza!
Hugo vive só, até fazer uma amiga, juntos desvendarão um mistério que seu pai deixou ao ensinar-lhe como se consertam as coisas.
A maior lição que ele compartilha com essa amiga é a de perceber que todos temos nosso lugar no mundo, nunca existiu uma só peça que não tivesse seu propósito. Devemos reconhecer nosso propósito e agir na direção dele, caso contrário permaneceremos como máquinas quebradas!
Adorei, comprei!
Dica quente de férias!

1.7.13

Bom dia, Julho!

Faça desses novos dias de inverno, dias de boas plantações!
Coisas deliciosas podem acontecer, acredite!
Bom dia, Julho!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...