Ser Miss é ser assim...

" Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das ideias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes... tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem eu não sou.
Não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre."

Clarice Lispector

13.3.12

Vagando pelas lembranças...


Já deixei registrado por aqui minha admiração por meus pais. Minha felicidade em ter nascido em uma família que preza por valores fundamentais e que os faço vivos em cada dia de minha vida.
A gente sempre acha que pais são para sempre. Tenho certeza que esse desejo não é só meu. Ao lado deles sempre me sinto protegida, recebo carinho e amor incondicional e é tão bom sentir aqueles olhares que nos seguem em qualquer lugar que se vai, isso conforta tanto...
Mas, vai passando o tempo e algumas verdades são reveladas. Eles não são para sempre, pelo menos não de corpo, mas tenho certeza que de alma serão!
Quando se descobre a possibilidade de perdê-los, muitos outros valores florescem dentro de nossos corações, venho passando por esse caminho de "florescer" após descobrir que meu pai, meu herói foi ferido. Dói muito, dá uma vontade de ficar grudada nele, de fazer tudo por ele, mesmo sabendo que tudo já fazemos. É uma dor muito forte, mas diferente de tudo que já pensei anteriormente. Muitas vezes sofri com preocupações sobre essa perda e sempre achei que iria morrer também, contudo, sem explicação, me vejo hoje com um sofrimento calmo, sereno e mais materno que filial. Acho que vamos, aos poucos, ao amadurecer, assumindo um papel de mãe de nossos pais.
Com meu herói aprendi a ser responsável. Falo dele e me emociono da mesma forma como o vejo enxugar suas lágrimas com o cantinho da camiseta em nossas conversas onde conto minhas vitórias, vejo, em seus lindos olhos verdes a satisfação e orgulho da filha criada. Responsabilidade com o trabalho, foco e respeito aos seus compromissos, são fatores que fizeram a diferneça em minha educação. Generosidade.... meu herói tira do seu prato, de seu bolso, de sua alma para dar aos outros e nunca, nunca, ouvi pedir nada em troca, esperar nada de ninguém ou queixar-se daquilo que fez, acho isso um dom. Amor pela vida... sempre foi muito animado, gostava de casa cheia de amigos, família, divertia-se comigo, com as meninas, animava os churrascos, muitas vezes incompreendido, eu sei, talvez só eu saiba, via algumas situações que não me deixavam feliz, mas sempre seu sorriso valia mais que tudo, e mesmo agora, talvez no maior obstáculo que vem enfrentando, se diverte, não desiste e mostrou para mim algo que nunca imaginei que pudesse ver, uma fé e uma convicção em dias melhores, uma determinação que merece receber um milagre...e vem recebendo, aos meus olhos....
Minha heroína é toda doação. Não sei como consegue arrumar tempo, estômago e bondade para ajudar a tudo e a todos, é só pedir ou nem pedir, que ela já fez. É todo amor... como recebo amor dessa minha mãezinha. Quero poder transmitir para minha pequena gotinhas diárias desse amor, fazer brotar nela essa admiração pelos meus pais, seus avós, e com eles aprender essas marcas de caráter que julgo tão impottantes.  Fé... dia após dia a vejo ajoelhada, velas acesas e muitos pedidos a fazer, do seu jeitinho, o mais humilde possível, enche de fervor o ambiente com suas palavras e sua força... nossa quantas lembranças! E o melhor que posso vivê-las a cada dia....
Nesse momento nostálgico, um pouco triste pelo qual minha família passa, Deus nos brinda com essas recordações de tempos difernetes, talvez nesses tempos, sem grandes problemas, não via essa família forte e unida como se mostra hoje. São os caminhos pelos quais somos guiados, sem querer, sem perceber e que nos levam a aprendizados.Tenho a mais pura certeza que essa fase  vai passar e que teremos ainda muito o que aprender...
Hoje, meu maior desejo é poder olhar para esses pais queridos e demostrar todo meu amor e admiração, peço pela cura, física, pois espiritual já aconteceu. Peço dias, mais alguns dias, muitos dias, para que a Carolina possa sentir todos esses sentimentos maravihosos que se fizeram em mim, hoje com fortes raízes... nela ainda teremos uma sementinha, mas que vai ser regada minuto por minuto... Peço que eu possa ser um vento leve para levar essas coisas que aprendi para lugares onde tais sentimentos são necessários... e, claro, agradeço pelo olhar generoso que me colocou nessa família e por poder com ela aprender, saber vivenciar esses moementos com respeito e seguir em frente, com o coração apertado, sim, mas sempre com um respiro aliviado!

"Antes sede bondosos uns para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo"Efésios 4:32

2 comentários:

Maria Helena Mueller - Lelê disse...

Linda Ju!
...!!!...
És Especial!!!
TE ADMIRO MUITO!!!
Bjs de carinho em teu belo coração!

Juliana Manente disse...

Oh Lelê...
Vc é uma Miss maravilhosa...
bjsss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...