Ser Miss é ser assim...

" Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das ideias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes... tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem eu não sou.
Não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre."

Clarice Lispector

13.11.11

Adote um adulto!

Hoje pela manhã, vagando pelos blogs que adoro, o que fazia tempo que não conseguia fazer, encontrei esse texto e veio para ilustrar alguns momentos que vivo... leiam que depois vem o desabafo!




Adote um adulto e ensine a ele coisas que ele já esqueceu.
Você pode adotar seu pai, mãe, tio, um amigo virtual, marido, namorado …
O importante é encontrar alguém que precise ser adotado, precise voltar a ser criança.

COMO ESCOLHER?
Humm!!! é fácil reconhecer os adultos que mais precisam ser adotados: eles costumam ser: ranzinzas, mal-humorados e cheios de coisas para fazer.
São sérios demais, vivem reclamando do que fazem, não gostam de barulho, de música ou de coisas inesperadas.
Odeiam surpresas e geralmente não gostam de comer doces ou andar descalços.
Aposto que conhecemos muitos assim …… ;o) !!!

O QUE FAZER?
Depois que tiver escolhido, chegue perto, de mansinho e, com muita paciência, vá ensinando a ele como ser criança outra vez.
Faça um lindo desenho e dê a ele de presente.
Ensine-o a fazer as nuvens crescerem (na imaginação), aprender a gostar de carinho (comece com 1, 2, 3 beijinhos, beijo é bom !!), a acreditar em anjos, dragões (conte-lhes uma história aonde ele será o herói, e matará o dragão feroz que existe dentro dele), a chupar pedrinha de gelo, a olhar o céu, só por um momento …
O importante, será não desistir …
E lembre-se: o que é fácil para nós, pode ser difícil para eles.
Muitos esqueceram a criança que existe dentro de cada um…


Bem, o texto e fofo e gostei demais...
E claro...conheço e você também deve conhecer, muitos adultos que merecem adoção!
Cada vez mais percebo como o mundo pede por mais calma e carinho, por mais compreensão! A gente até tenta dar, mas nem sempre as pessoas aceitam serem adotadas...
As pessoas vivem de caras amarradas, com respostas grosseiras e acreditam com todas as forças e orgulho que existem em seus corações que só existe uma forma de pensar e agir...a forma delas.
Vejo, por outro lado...outras tão queridas que pensam de forma carinhosa, que fazem coisas simples com o coração cheio de bondade, mas, muitas vezes são recepcionada com uma crítica, ou um questionamento, ou um conselho...Por que você não fez assim ? Ah, essa cor eu não gosto!!! Cadê a salada do deu prato?  Cuidado com isso, cuidado com aquilo.... preocupações descabidas que não vem do coração.
Desculpem-me os "conselheiros" de plantão, mas já pararam para pensar se esse conselho que está prestes a sair de sua boca, não poderia ser usado em sua própria vida, ou melhor... ao invés de se preocupar com situações que não lhe dizem respeito, buscar resolver suas amarguras, seus nós, seu casamento, sua infelicidade...deixa que da minha, cuido eu!!!
Olha, não sei se seria capaz de adotar um adulto, tem uns que nem me atrevo...aprendi a ouvir e fugir... Não tem o que se fale, não tem beijinhos, não tem afago que os conquiste...nasceram para serem vítimas de sua solidão e ficam mendigando carinho e atenção...mas não conseguem aprender a lição mais bela... " É dando que se recebe e aqui, nesta vida pelo menos, a gente só colhe aquilo que planta!"

Bom domingão....

2 comentários:

Renata disse...

Achei seu blog bárbaro, parabéns e muito sucesso!

Abraço,
Renata Boechat

Karina Bottura disse...

Gostei! Beijo e ótimo feriadão prolongado. Tá por aqui? Ou foi pra praia? Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...