Ser Miss é ser assim...

" Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das ideias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes... tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem eu não sou.
Não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre."

Clarice Lispector

30.11.10

Os feijões e o problema

Reza a lenda que um monge, próximo de se aposentar, precisava encontrar um sucessor.
Entre seus discípulos, dois já haviam dado mostras de que eram os mais aptos, mas apenas um o poderia.
Para sanar as dúvidas, o mestre lançou um desafio, para por a sabedoria dos dois à prova: ambos receberiam alguns grãos de feijão, que deveriam colocar dentro dos sapatos, para então empreender a subida de uma grande montanha.
Dia e hora marcado, começa a prova.
Nos primeiros quilômetros, um dos discípulos começou a mancar.
No meio da subida, parou e tirou os sapatos.
As bolhas em seus pés já sangravam, causando imensa dor.
Ficou para trás, observando seu oponente sumir de vista.
Prova encerrada, todos de volta ao pé da montanha, para ouvir do monge o óbvio anúncio.
Após o festejo, o derrotado aproxima-se e pergunta como é que ele havia conseguido subir e descer com os feijões nos sapatos:
- Antes de colocá-los no sapato, eu os cozinhei.
Carregando feijões, ou problemas, há sempre um jeito mais fácil de levar a vida.


PROBLEMAS SÃO INEVITÁVEIS!!!
Já a duração do sofrimento, é você quem determina.



Recebi, na última semana, esse texto de uma amiga muito especial, quase irmã mesmo. E imagino que foi encaminhado após uma boa reflexão. Mesmo distante fico rezando e sofrendo junto com meus amigos queridos. Em alguns momentos, quando as situações geram muitas dúvidas e muitos palpites, não me envolvo, pois sei que será só mais um e apenas a minha visão, para qeum está de fora, é mais fácil!. Contudo, gosto de pensar positivo, que mesmo que no começo os feijões estejam dando dor de barriga e fazendo doer, é preciso esperar um certo tempo para que cozinhem e não fiquem mais incomodando, como os  problemas que estão a nossa volta.
As fases da vida nem sempre são agradáveis, mas me lembro de um texto que diz que há sempre uma porta na nossa frente e sempre temos a opção de abri-la ou não. Ambas escolhas causam dúvida e muitas vezes dor, mas se não abrirmos, teremos sempre a mesma porta a encarar, o mesmo problema, a mesma forma de ver a vida e não saberemos se o que está atrás dela é melhor ou pior...
Já, se abrirmos, temos a opção ou de entrar ou não e tomar como nosso aquele ambiente, aquela situação.
Nossa vida é cheia de fases mesmo, cheia de escolhas, e concordo plenamente que somos nós que decidimos o que fazemos com ela e como reagimos.
Para a amiga especial que mandou, e pode ser que leia esse desabafo, não preciso dizer, mas quero dizer... Somos todos testados, e merecemos ser felizes, muitas vezes é preciso mesmo cozinhar os feijões, mas pode ser que outras, é preciso aguentar firme, subir a montanha devagar, e outras vezes, desistir. Não somos perfeitos, lembre-se do texto "Miss Imperfeita". Não precisamos aguentar tudo sorrindo, lindas, maravilhosas. Às vezes não vamos atingir as expectaivas que nos colocam, mas eles colocam e nem perguntam se aceitamos ou não, então, nada mais justo de traçar nossas metas e buscar ser feliz, aceitar as falhas, os erros, os problemas, chorar, rezar, vomitar, deixar de comer, e não se culpar, porque sempre terá pessoas que olharão por nós, que querem nosso bem e que vão entender, se falharmos ou triunfarmos. Não amarre a vida em pequenas pedras, olhe para cima, tem algo melhor e mais grandioso que zela por nós!

Como disse, quero dizer! O quão especial algumas pessoas são em nossas vidas e, muitas vezes, a distância não diz reprovação ou desentendimento, apenas respeito e oração!

3 comentários:

Anônimo disse...

Ju... ficou mais lindo ainda, com suas palavras, obrigada pelo carinho se amiga e irmã!!!
Amo muito vc!!!
um beijo

Katia disse...

Juliana,
Conheci seu blog agora e adorei.
Também sou professora (embora não trabalhe na área) e confesso que um pouco frustrada por não escrever e me dedicar mais a algo tão legal como vc. faz aqui no seu blog. Quem sabe vindo mais aqui eu não consiga inspiração e invente algum tempo para mim?

Lindas palavras!
Parabéns!

Juliana Manente disse...

Olá Kátia,
Seja bem vinda!
Gostei muito do seu recado, obrigada!!!
bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...