Ser Miss é ser assim...

" Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das ideias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes... tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem eu não sou.
Não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre."

Clarice Lispector

8.2.11

Triste...


Cá estou, mais uma vez, tomada por meus pensamentos. Eles ocupam muito espaço dentro de mim e impedem que eu produza tudo o que desejo. Colocá-los para fora ajuda um pouco, mas, como muitas vezes as palavras são interpretadas de forma errada, ou então, a complicação de algumas cabeças fazem com que imaginem coisas e não apenas leiam, ouçam e vivam o que existe, prefiro expressá-las apenas nesse espaço, que me perdoeem, hoje digo que é meu!
Preciso desse momento, de sentar em frente ao computador, cruzar as pernas e deixar as ideias fluírem. Há um turbilhão de coisas que se cruzam em minhas trilhões de sinapses, algumas vezes, chegam a me enlouquecer.
Esse é um problema que vira e mexe me atormenta, esses pensamentos sobre tudo, avalio e reavalio milhares de situações, falo e depois penso que não devia, tomo atitudes e depois reviso, mas uma coisa me motiva e não deixa que a deprê chegue. Faço exatamente o que meu coração manda ( mas ele é meio bandido) e por mais que tente, vira e mexe volto a esse ponto que estou hoje.
Minha mãe  dizia esse versinho:
" Entre as lembranças que tenho,
Eis o que mais me entristece
Quando acerto ninguém se lembra,
Quando erro, ninguém se esquece."

Acho que fui criada com base nessa frase porque vejo muito de mim, nela ( na frase e na minha mãe). Por que sofro tanto com as coisas que outras pessoas falam, pensam ou imaginam? Busco uma vida fiel, justa aos meus pricnípios, mas o problema está aí, pensar demais, explicar demais... não sei viver na indiferença, acho que agir dessa forma é desleal, gera coisas más... e não quero nada de ruim dentro de mim, isso causa doença, dor de barriga, insônia!
Por mais que tente explusar todo o lixo que tentam empurrar, acabo carregando coisas que não me pertencem e isso me deixa triste. Hoje estou triste, não pelos erros, pelos enganos, porque sei lidar com isso e vejo que humildade é uma característica de poucos. Não tenho problema com erros, embora queira acertar sempre!
Meu maior problema, o que gera mais tristeza a ponto de me fazer esquecer por alguns dias toda felicidade e bençãos que recebo, é essa agonia no final da garganta de ao invés de explicar, de repensar, de avalair, no fundo tinha vontade de gritar!!!! De dizer, exatamente o que penso, de falar que inveja, maldade, e cabeças cheias de perseguição e rejeição, são problemas sérios e não fazem parte da minha vida, não venha querer dizer que tudo de errado é minha culpa, que falando ou agindo estrago tudo! Você escolhe o que quer para sua vida, se quer uma vida de cara feia, de reclamações e de sofrimento, ok! Mas não compartilhe isso comigo porque sou fraca ainda na minha fé e eu caio. Eu assumo essa culpa, não para sempre, mas pelo menos por 24 horas, que são suficientes para eu me acabar em lágrimas.
Meu Deus, já consegui tanta coisaaaaaaaaa, insisto em ficar pegando em pequenos e  insignificantes problemas que outras pessoas causam e eu caio!!!!!
Agradeço tanto, tenho uma postura tão fiel aos que amo, tão respeitosa àqueles que admiro e tão sensata aos diferentes, mas será que dá para me esquecer...vivo bem assim, vou ficar bem se vc, não me envolva, não imagine coisa onde não tem.... seja feliz e olhe para frente... (essas últimas palavras são conselhos a mim mesma....)
Ufa, quero  tirar de dentro de mim  isso que traz coisas ruins, essa quentura que sobe pelos ossos, essa lembrança de atitudes imaturas, quero ser melhor, mas essa sou eu! Escrever me ajuda, entre palavras e lágrimas, repasso dicas que publico e muitas vezes não sigo, sou uma fráude....mas sou assim, um turbilhão de coisas e mesmo depois de tanta tristeza, se me perguntar daqui uns dias, já nem lembro mais, tenho perdão dentro do meu coração e sou feliz por demais, mas hoje, ainda não, preciso desse tempo chuvoso de dentro de mim, preciso que a enxurrada leve isso que está aqui, mas a certeza de que o sol brilha é certa.
E fica mais um desejo, meio ao desabafo, tentar deixar para lá, esquecer, matar pra pqp, ser mais rude, mentirosa, indiferente.... já que falar o que se pensa não vale pra mim. Só cabe a mim, ouvir, pedir desculpas, repensar, explicar e me remoer, mas tudo bem sou forte o suficiente para isso, esse dom eu TENHO - sou humilde,  pouco orgulhosa e muito Feliz, deve ser por isso que tenho tanto que me desculpar, até comigo mesmo, pq é muito insignificante o perdão dos outros que não valem a pena, mais importante é o meu perdão...esse não é fácil!
Durmam bem!

7 comentários:

Figos & Funghis disse...

Oi Jujú, não fica assim não flor. É muito mais fácil para as pessoas de fato apontarem nossas falhas em vez de enaltecer nossas qualidades, isso é a fraqueza de espírito do outro, não se deixe entristecer por isso. Adoro a forma como você escreve e também me identifico com esta sua (ou seria nossa?) personalidade forte...hahaha.
Durma com os anjinhos :)
Beijos,
Fabi

Inspirações disse...

Olá Juliana!
Adorei esta interiorização! Muito profunda, muito tua mas consegui ver-me nesse espelho!
Como sempre adoro "mergulhar" de vez em quando neste fantástico blogue!
Jinhos
Paula

Karina Bottura disse...

Jú, ufa! Me acabei em lágrimas com vc...lendo o seu texto. Boa parte dele, é como eu estava me sentindo hj... um nó na garganta! Ler seu texto... me ajudou a aliviar essa agoninha. Obrigada e espero que vc tb esteja melhor depois desse desabafo. bjo

Anônimo disse...

Oiê!!!
Nossa, emocionei-me ao ler esse desabafo... Tanta coisa passou pela minha cabeça (em relação às suas angústias e aos meus pequenos problemas - graças a Deus também sou muito feliz e os problemas são bem pequenos...)Seu blog serve para nos fazer crescer, já cheguei a essa conclusão! E como nos faz pensar!
Só quero que saiba que pode contar comigo sempre e que de longe, torço para que Jesus amenize essas tristezas, deixando sempre seu sorriso lindo no rosto resplandecer! Adoro vc!
Um beijo muito carinhoso
Raquel

Juliana Manente disse...

Queridas,
Agradeço as palavras...na verdade o momento interno está difícil, muitos planos, angústias, mas, sei que tudo passa e que tudo fortalece, mas, por hj, é isso mesmo! Triste!
Sou assim, períodos de paz, períodos de turbulência, mas muita fé e mudança!
Só posso agradecer as energias que enviam, as palvras de carinho e saber que não estou só nesse sentimento!
Pq somos assim? Ainda prefiro assim ser, que nada sentir, como muitos que conheço...
bjs

a disse...

Oii seu blog é SHOW.
ameiii mesmo!
eu também tenho um entre e comente:
http://vestidoestampado.fashionblog.com.br/p/profil/

Patricia disse...

oi Ju nossa ao ler esse post me identifiquei imediatamente com essa situação.Tou passado por esses mesmos conflitos, mas as vezes é tão dificil me expressar.Sou perseguida,mal interpretada enfim só gosto da verdade e essa incomoda muita gente.Essa coisinha chamada de personalidade forte.......
Mas Deus te ama, ama os corretos de coração.
bjim

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...