Ser Miss é ser assim...

" Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das ideias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes... tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem eu não sou.
Não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre."

Clarice Lispector

12.9.10

A preciosidade das Orquídeas

Gentem... boa noite!
Que domingo lindo, aliás que final de semana lindo que tivemos. Foi muito bom, porém já está acabando e a segundona tá aí novamente, mas vamos lá!
Adoro as postagens da Ká lá do cantinho dela http://melhor-davida.blogspot.com/ , ela é uma amiga querida. Passamos juntas lindos e divertidos momentos em nossa adolescência e agora, voltamos a nos encontrar e passar novos deliciosos momentos juntas na fase adulta. 
Bem, ela adora orquídeas e jardinagem, na casa dela e do Fer, existem cantinhos coloridos e delicados cheios de flores e plantas. Hoje, ela colocou mais algumas de suas orquídeas no blog e não pude deixar de compartilhar imagens e dicas sobre esse tema que agrada tanta gente.
Minha sogra e a Tia do meu marido " Lourdinha", além da Vani, filha dela, adoram essas precisosidades e sempre que elas abrem enchem a casa toda de alegria. Confesso que também adoro flores, mas não tenho muito jeito com elas ainda, nem elas comigo, mas estou aprendendo.
Então seguem algumas imagens que gostei muito...

Adoro esses vasinhos pendurados com orquídeas, Ká você tem na sua casa e acho lindo!


Amo flores no cabelo. Já fiz postagens sobre esse assunto e encontrei mais um exemplo!



Na última semana, coloquei algumas dicas de como usar as velas na decoração. Mas essa, achei depois, creio que se encaixe por aki...


Essas estampas com temas tropicais são minhas favoritas em decoração de área externa.


Essa imagem foi a mais linda. Tudo bem que o móvel ajuda, mas apenas alguns vasos, bem delicados com orquídeas, em qualquer lugar, já chega para um ambiente se tornar único e especial.



Como se aprende muito na internet, desde que a coleta de informações seja feita de forma adequada e segura, encontrei algumas dicas num site e compartilho, como deve ser o cuidado com essas preciosidades mês a mês.
Setembro:
A maioria das plantas já terminou seu repouso anual e inicia a brotação. Podemos então começar o replantio, principalmente das plantas que já ultrapassaram a borda dos vasos ou que apresentam o xaxim de seus substratos esgotado ou ácido. Isso pode ser facilmente verificado pela consistência mole e quebradiça e pelo mau cheiro dentro do vaso.
Outubro:
Entramos em plena primavera, símbolo de exuberantes florações. Continuamos com os replantes e divisões de plantas. Aqui mais uma dica: não é aconselhável usar de varas ou pedaços de bambu para a cobertura das plantas. Estes materiais são ótimos abrigos para as mais diversas pragas e doenças, além de terem curta duração.
Novembro:
Nesta época, as regas das plantas devem ser feitas com cuidado. Deve-se molhar a planta intensamente, esperar a água secar e, somente então, molhar outra vez.
Desta maneira estaremos oxigenando as raízes dentro do substrato. Caso contrário, uma rega feita incorretamente pode apodrecer as raízes.
Dezembro:
O calor começa a se tornar mais intenso. Voltam a rotina e os cuidados com nossas jóias. As plantas que possuem novas raízes devem receber copiosas regas, porém sem nunca deixá-las encharcadas. Regas moderadas nas plantas floridas faz com que durem mais tempo.
Janeiro:
Altas temperaturas e pesadas chuvas são característicos deste mês. A maioria das plantas prefere o calor às baixas temperaturas. As orquídeas brasileiras e de nossos países vizinhos suportam bem as chuvas constantes, desde que os vasos tenham uma boa drenagem. Para escoar melhor a água, preencha um terço do vaso com cacos de cerâmica limpos. Algumas espécies mais sensíveis ao excesso de água devem ser recolhidas para locais cobertos.
Atenção às pragas e doenças. Lesmas, caracóis, tatuzinhos e outras pragas costumam proliferar nesta época. Utilize lesmicidas e inseticidas para combatê-los. Os fungos que se espalham através de esporos na umidade devem também ser controlados, de preferência com fungicidas sistêmicos. Não se esqueça dos devidos cuidados ao manusear esses perigosíssimos produtos.
Fevereiro:
As fortes chuvas ainda são constantes neste mês. Portanto, os mesmos cuidados observados para o mês de janeiro devem ser tomados.
Março:
As águas de março vêm encerrar o verão e as chuvas, que se tornam mais escassas a partir deste mês. A temperatura já começa a sofrer sensível queda. Porém, ainda é possível fazer transplantes, desde que sejam rápidos, pois os atrasos podem ser nocivos. As espécies replantadas necessitam, ainda, de um pouco de calor para que tenham um bom enraizamento. Evite choques antes da chegada do frio.
Abril:
Mês em que os Dendrobiuns iniciam seu repouso anual. Quando completam seus pseudobulbos, parando de vegetar e de formar novas folhas. É tempo de transferir a planta para locais mais ensolarados, para que ela se acostume aos poucos ao sol direto. O Dendrobium nobile e seus híbridos, embora sejam plantas asiáticas são muito cultivadas no Brasil. Neste mês, as Coelogynes (asiáticas) também precisam de bastante luz para o amadurecimento dos pseudobulbos, o que é essencial para a formação de uma boa inflorescência. A partir de abril, e até o mês de agosto, os replantes e corte de plantas devem ser interrompidos, para propiciar o repouso anual das espécies.
Maio:
A partir de agora o frio começa pra valer. Nos próximos três meses devemos abrigar nossas plantas das baixas temperaturas. Em regiões onde a diferença de temperatura entre o dia e a noite oscila mais de 20 graus, os cuidados devem ser redobrados.
Os telhados ou ripados abertos lateralmente devem ser fechados. Principalmente as aberturas voltadas paro o lado sul, devem ser tapadas com plásticos transparentes colocados verticalmente. Assim, as plantas estarão protegidas. O vento sul é um dos maiores inimigos das orquídeas. Plantas originárias de regiões quentes deverão ser transferidas para recintos fechados.
Junho:Mês crítico para as orquídeas. Os dias são claros e ensolarados, com temperaturas amenas. As noites são frias e trazem as primeiras geadas. Devemos proteger as plantas cobrindo os telhados e ripados, usando plásticos transparentes, esteiras ou folhas de palmeiras, por exemplo. Os substratos devem ser mantidos mais secos. Regas, somente em caso de absoluta necessidade, e nas horas mais quentes do dia. Verificar sempre se a temperatura da água está compatível com o ambiente, para evitar um choque térmico nas plantas.
Neste mês, pode-se perceber nos nódulos dos pseudobulbos do Dendrobium nobile e de seus híbridos, o aparecimento de pequenos entumecimentos (bolinhas verdes). Deve-se então parar quase totalmente as regas e dar mais insolação a essas plantas. Se a rega for mantida, aparecerão mudas no lugar de flores.
Julho:
Apesar do frio intenso, muitas espécies de orquídeas florescem neste mês. A seca torna-se mais intensa e é aconselhável molhar as plantas na parte da manhã. Assim, à noite, quando o frio se intensificar, as plantas já estarão secas e seus substratos apenas úmidos. As regas podem ser parcialmente substituídas por borrifos de água temperada. Borrifos, neblina e orvalho noturno satisfazem as necessidades da maioria das orquídeas epífitas.
Agosto:
Cuidado com as geadas que geralmente tornam-se mais frequentes. A partir de agosto já podemos voltar a fazer mudas e replantar as orquídeas


Se você gosta de orquídeas e tem dicas para compartilhar, não esqueça de postar nos comentários...

2 comentários:

Karina Bottura disse...

Nossa Jú! Adorei a homenagem!!! Realmente gosto muito de orquídeas e plantas em geral... por isso dedico bastante tempo a elas... hj acrescentei mais alguns ítens para o meu cantinho de temperos.... Adorei a opção dos vasos presos na madeira, muito lindo! Boa semana! Beijos

Denise Lopes disse...

Adoro orquídeas..e na decoração dos vasos na parede ficam mais lindas ainda...Flores sempre tornam nossa vida mais alegre...beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...