Ser Miss é ser assim...

" Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das ideias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes... tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem eu não sou.
Não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre."

Clarice Lispector

4.1.12

Diário da Miss Mamãe XI - A inútil arte de fazer planos

Posso dizer que aprendi algo nesse último ano, em especial, estive me preparando para esse momento "maternal", contudo só estamos "preparados",  quando ele chega....e imagino que esse "preparado" nunca sairá das aspas....
Contudo, o que aprendi mesmo, é partir do princípio que tudo vai dar certo. Ser meio Pollyana, achar que a vida pode realmente ser melhor, mais fácil e mais feliz! E sabe que não é lorota, está dando certo....
Quando se faz planos parece que uma certa felicidade toma conta de nossa vida, a gente idealiza tudo, fica com insônia pensando em cada detalhe, principalmente se for detalhista como eu, mas, logo ela passa e aperta demais o coração.
Antes de ter a Carolina aqui na barriguinha, ficava planejando o melhor momento para que ela viesse, fazia cálculos pensando nos meses mais adequados para a  licença, pensava em montar tudo antes, que ia ficar ansiosa,  que horas encaixaria mais coisa na minha vida...quanto sofrimento besta!
Não é que a Carolina foi chegando, crescendo, e tudo está dando MUITO certo. Não sofri enjôos, não morri de dores, não fiquei chorando, não penso em como será...curto, cada instante, olha, isso é um milagre, posso afirmar, milagres existem!!!!
Estou com sete meses e o quarto não está pronto, muitos detalhes ainda faltam, não penso no parto, não penso (muito) em como será nossa vida depois....lógico, ficamos imaginado-a em nossos braços. Não a idealizo muito, sei que será nossa princesa, a coisa mais fofa e importante da vida, talvez bem branquinha, careca e com olhos enormes e vivos, como os meus, talvez verdinhos, cores de mel ou azuis e lindos como os do papai... aquelas bochechas rosadas e uma boquinha de ficar olhando por horas....bem essa é a ansiedade impossível de controlar, mas nada de sofrimento.
Às vezes me pego pensando na festa de um ano, nossa quanta loucura, milagres ocorrem, mas ninguém perde sua essência...hahahaha
Porém, estamos tentanto não planejar muita coisa e viver a vida " Deixa a vida me levar, vida leva...eu!" E sabe de  uma coisa,  nunca fui tão feliz, nunca fui tão em paz, nunca fui tão leve...acho que se não fosse pela barriga, até voaria!
Hoje fiz umas comprinhas para o quarto, ele está ganhando forma, aos poucos, com amor, mas só mostrarei para vcs depois de pronto...vai mais um mês ainda. Estamos curtindo cada detalhe, cada coisinha e ela tb, pq mexe demais!!! E é uma delícia!!!
Ontem estava lendo o livro que fala semana a semana e já da para saber que ela está perfeitinha, comecei a sentir umas coisas diferentes,e ao ler, pude notar certa semelhança. Uma indigestão que me acompanha , logo após comer, parece que não desce, mas tb, agora sinto a Carolina mexer até aqui em cima, na boca do estômago, é normal, ela está crescendo e só pode ir para cima...para baixo, só daqui dois meses...por favor!( Ainda não tive coragem de ler o capítulo "Parto")
A dificuldade em abaixar também é maior, tem que ser meio de lado, chega a ser engraçado, pareço uma patinha andando, a barriga já quer chegar na frente!
Mas, do resto, tudo perfeito...vamos que vamos, 28 semanas completas e semana quem vem tem novidade, faremos o US 4D ... ui, chega logo!!!
Escolhi um texto de Walt Disney para ilustrar esse momento que vivo, espero que gostem!



E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar...
Decidi não esperar as oportunidades e, sim, eu mesmo buscá-las.
Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução.
Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis.
Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.
Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.
Naquele dia descobri que meu único rival não era mais que minhas próprias limitações e que enfrentá-las era a única e melhor forma de superá-las.
Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tivesse sido.
Deixei de me importar com quem ganha ou perde. Agora me importa simplesmente saber melhor o que fazer.
Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima e, sim, deixar de subir.
Aprendi que o melhor triunfo é poder chamar alguém de "amigo".
Descobri que o amor é mais que um simples estado de enamoramento, "o amor é uma filosofia de vida".
Naquele dia, deixei de ser um reflexo dos meus escassos triunfos passados e passei a ser uma tênue luz no presente.
Aprendi que de nada serve ser luz se não iluminar o caminho dos demais.
Naquele dia, decidi trocar tantas coisas...
Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para tornar-se realidade.
E desde aquele dia já não durmo para descansar... Simplesmente durmo para sonhar.

Lindo não?


3 comentários:

Anônimo disse...

Oi, Ju!!!
De volta às leituras do blog...
Que texto maravilhoso! O escrito pelo Walt Disney eu não conhecia... Lindo também...
Sabemos que todas as suas incertezas, dúvidas e inquietações, durante esse momento, são inteiramente esperadas... Quando li Pollyana, encantei-me pela história e faz muito tempo que penso exatamente como ela: tentemos ver sempre o lado positivo das coisas e saber que, no final, tudo dará certo! E é exatamente assim que lhe vejo: uma mulher que, além de muito especial, com qualidades incríveis e muito refinadas - no mais essencial dessa palavra - prepara-se para ser uma mãe zelosa, prestimosa, que ama incondicionalmente a nossa querida que está para chegar (já falo "nossa" porque no meu coração já sinto assim: um grande sentimento por essa bebezinha que já falamos tanto...). A forma como já a ama traduz o que virá por aí: que todo e qualquer obstáculo que apareça será ultrapassado da forma mais tranquila possível, pois com vc não h[á tempo quente... E que bom! Admiro-a por isso! Orgulho-me de poder escrever e quem sabe gritar em bom tom: Você é incrível em tudo o que faz e sente!!! E com a Carolina não será nem um pouquinho diferente... Um beijo terno!
Raquel

Josane disse...

Quantas descobertas essa "vidinha" ainda tão pequenininha trouxe na sua vida, não é mesmo? Viva com intensidade cada momento, cada chute, cada mexidinha, pois só quem viveu tudo isso consegue entender a imensidão desse amor. E isso é só o começo, é um amor incondicional. Nem mesmo o céu, nem as estrelas, nem mesmo o mar e o infinito não é maior que esse amor, nem mais bonito! Bjs, Jo

Juliana Manente disse...

Meninas...
Adorei o que li, obrigada pelas palavras, pelo apoio e por compartilharem comigo a Carolina...
Adoro vcs!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...