Ser Miss é ser assim...

" Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das ideias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes... tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem eu não sou.
Não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre."

Clarice Lispector

5.1.11

Até aqui tem gente sem educação!

Fomos para Jurerê Internacional encontrar a Gege, nossa prima que estava por lá.
Combinamos de comer algo em um barzinho e assim fizemos.
O local, denominado "melhor boteco de Jurerê" Jurê, super bacana, ótima decoração, pessoal bem arrumado, aliás como tudo em volta, carrão, gente bebendo champagne e muita vodka importada, já pensei, pronto...vai ficar caro mais uma vez, mas tá valendo.
Qual foi nossa surpresa quando vimos os preços do cardápio, muito bons, mais em conta que Campinas. Ótimas porções e preços bem acessíveis para as bebidas também, seria perfeito se não fosse pelo garçom.
Não sou de reclamar das coisas, mas gosto de ser bem atendida e exijo ser tratada como trato as pessoas, com respeito, educação e "sempre atenta!"
Após 15 minutos sentados, ninguém ainda tinha vindo nos atender. Chamamos um garçom e ele nos apresentou o nosso...não sei porque, já que não nos atendeu.
Após anotar nosso pedido de bebida, três choops, aguardamos mais 20 minutos e nada dos tais aparecerem. Quando chamamos nosso garçom, ele disse, vejam se é possível, que o bar estava sem copos e esse era o motivo da demora....
Meu marido foi até o balcão pois mesmo assim, os choops não vieram. O rapaz, muito educado, disse que aquilo não era verdade e nos mandou o choop. Acabou? Nada!
Para o segundo choop, tive que falar novamente com o garçom, não o nosso,  porque tivemos a nítida impressão que estava bêbado. Mais uma vez dentro do lugar, com o gerente, expliquei a situação e fui recebida de maneira totalmente diferente. Ficamos comentando como certas pessoas podem acabar com a imagem de um lugar, tão bacana, que tinha tudo para fazer de nossa noite, uma noite perfeita.
Depois de 1:20h, 2 choops para cada um e duas conversas com o responsável, começamos a ser atendidos com gentileza e atenção, pelo gerente, vejam só, já que o garçom, aquele que deveria nos atender, nem olhava para nossa mesa e nos tratava com tamanha indiferença...
Recebemos uma rodada de cortesia e nossas porções estavam deliciosas, além de bem recheadas (mais que o normal) esse detalhe só não foi mais importante que a preocupação dos demais funcionários do Jurê conosco, após compartilharmos nossa situação de maneira educada, gentil e demonstrando respeito com eles.
Recomendo?
 Prefiro que tirem suas próprias conclusões, existem vários pontos positivos, mas em algumas situações, a primeira impressão é a que fica...se voltaria? Talvez! Mesmo com toda educação dos demais atendentes, acho que lidar com pessoas, exige o mínimo de preparo e gentileza...
Fica a lembrança do drink Mar de Jurerê a base de tequila e curaçau blue que tomamos e o desejo por um mundo mais gentil, mais educado e com pessoas mais comprometidas!




2 comentários:

Anônimo disse...

É muito bom conhecer pessoas que querem apenas um atendimento homesto, correto, que corresponda ao $$ que estão gastando! Pessoas como você agregam e muito ao desenvolvimento gastronomico e turistico do Brasil ! Estou trabalhando por melhorias ! Obrigado pela indicação do Drink ! ASS: Mauricio Mamede (Barman "o gerente" - Buteco Jurê)

Juliana Manente disse...

Mauríco
Fiquei impressionada ao ler seu e-mail. E confesso, um pocuo curiosa em saber como achou esse post!?
Porém agradeço seu retorno e creio que opiniões e sugestões, desde que relatadas com educação sempre trazem uma avaliação.
Agradeço, mais uma vez sua gentileza.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...